Comércio vai funcionar em horário normal entre segunda e sexta da próxima semana

Já os bares, restaurantes e similares, com atendimento presencial, a partir desta segunda, poderão funcionar até às 19 horas.

Foto: Joaquim Neto/Bom Dia Feira

O funcionamento dos estabelecimentos comerciais e de serviços vai funcionar normalmente na próxima semana. A decisão foi publicada no Diário Oficial do Município deste sábado (06).

De acordo com o decreto municipal, entre a próxima segunda-feira (08) e sexta-feira (12), o comércio funcionará em horário normal, seguindo todos os protocolos de segurança e prevenção da Covid-19.

Já os bares, restaurantes e similares, com atendimento presencial, a partir desta segunda, poderão funcionar até às 19 horas.

Durante todo este período, segue valendo o Toque de Recolher que limita a circulação de pessoas durante a noite das 20h às 5h. 

Além disso, Feira de Santana está em lockdown durante este fim de semana, assim como ocorreu no sábado e domingo anterior, mas ainda não há informações sobre como funcionará o fim de semana seguinte.

De acordo com o decreto municipal, confira o que pode e o que não pode durante este fim de semana.

O que não pode:

- eventos e atividades com a presença de público, ainda que previamente autorizados, independentemente do número de pessoas

- comércio de rua;

- bares e restaurantes com atendimento presencial;

- shoppings, galerias de lojas e demais centros comerciais;

- eventos desportivos coletivos e amadores, aulas em academias de dança e ginástica, eventos e solenidades quaisquer que sejam;

- venda de bebidas alcoólicas em quaisquer estabelecimentos, inclusive delivery


O que pode:

- as celebrações e eventos religiosos serão permitidas até às 19h30, desde que garantidos o distanciamento e demais medidas estabelecidas nos protocolos de medidas sanitárias em vigor;

- o deslocamento para ida a serviço de saúde ou farmácia, para compra de medicamentos, ou situações em que fique comprovada a urgência;

- a atuação dos servidores, funcionários e colaboradores, no desempenho de suas funções, nas unidades públicas ou privadas de saúde e segurança;

- feiras livres e Centro de Abastecimento até às 14h;

- comércio de flores no domingo (07);

- indústrias, centrais de telecomunicações (call centeres) que operem em regime de 24h e dos Centros de Distribuição e o deslocamento dos seus trabalhadores e colaboradores;

- supermercados, incluindo aqueles situados em shopping centers, desde que possuam entrada independente; panificadoras; delicatessens e açougues;

- farmácias;

- serviços de saúde, incluindo aqueles situados em shopping centers, desde que possuam entrada independente, e hospital dia;

- serviços de imagem radiológica;

- atendimentos de tratamentos contínuos a exemplo de oncologia, hemoterapia e hemodiálise;

- laboratórios de análises clínicas, incluindo aqueles situados em shopping centers, desde que possuam entrada independente;

- estabelecimentos que forneçam insumos hospitalares;

- clínicas veterinárias e pets shops, à exceção do serviço de banho e tosa, que só poderão ser realizados por meio de serviço de delivery;

-  postos de combustíveis e borracharias;

-  distribuidora de água e gás.

- os serviços de limpeza pública e manutenção urbana;

- delivery de farmácia e medicamentos, independentemente de horário;

- delivery de alimentação até meia-noite;


Compartilhe

Deixe seu comentário