Com média semanal de 50% de testes positivos, Lacen de Salvador recebeu mais de 7.100 amostras

Com aumento das amostras para testagem, aumenta também demanda de trabalho para técnicos. A diretora do Lacen conta que eles estão trabalhando cerca de 72 horas sem parar, para cumprir prazos

Foto: Divulgação

O Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) de Salvador tem registrado média semanal de 50% de testes positivos, a partir das amostras que têm sido submetidas nas últimas semanas.

O número de amostras para serem analisadas também têm crescido. Só no sábado (27), o Lacen recebeu mais de 7.100 testes para serem investigados. A diretora do laboratório, Arabela Leal, fala sobre o aumento.

"Estamos em uma crescente no número de amostras e acima de 50% o número de casos positivos detectados no laboratório. Quatro, cinco mil [amostras] é o que a gente vinha recebendo aos sábados, que é o dia em que a gente tem um volume maior de amostras. As unidades juntam na quinta e na sexta, intensificam as ações e trazem para nós no sábado", disse ela.

Com o aumento das amostras para testagem, aumenta também a demanda de trabalho para os técnicos. A diretora do Lacen conta que eles estão trabalhando cerca de 72 horas sem parar, para cumprir os prazos.

"A gente entende que as unidades, como elas têm que trazer as amostras em, no máximo, 48 horas, elas intensificam as ações, colhem e trazem as amostras. Entre domingo e segunda a gente recebe uma média de duas mil amostras. Estamos trabalhando em torno de 72 horas, se houver necessidade de repetição, mas a gente está conseguindo cumprir os prazos de liberação, a gente está trabalhando intensivamente".

Neste final de semana, a Bahia registrou cerca de 10 mil infectados. Só no sábado, foram 6.520, enquanto no domingo (28) foram 3.133 pacientes com Covid-19.

Informações G1 Bahia

Compartilhe

Deixe seu comentário