Estão suspensas as visitas nas Unidades Prisioniais do Estado devido a Covid-19

De acordo com o diretor do Conjunto Penal de Feira, a suspensão será inicialmente por 15 dias e a depender dos novos boletins, haverá uma avaliação sobre a retomada das visitas

Foto: Divulgação

A Secretaria de Administração Penitenciaria e Ressocialização, atendendo aos protocolos e medidas de prevenção, controle e contenção de riscos, danos e agravos à saúde dos servidores penitenciários e da comunidade carcerária, decidiu suspender a partir desta segunda (22), as visitas nas unidades prisionais do estado. O diretor do Conjunto Penal de Feira de Santana, capitão Alan Silva, conversou com a nossa reportagem e explicou sobre a decisão.

Em relação as visitas em Sistema Prisional, segundo Alan, o ordenamento jurídico prevê que não se pode haver recondução social das pessoas privadas, sem a presença familiar. A aproximação familiar faz parte desse processo, por isso que as visitas são tão importantes para os internos e para o próprio processo de retomada da vida dessas pessoas que estão cumprindo pena, porém a pandemia prejudicou muito nesse processo e no momento é importante essa medida. 

"A Covid-19 causou impactos ruins nesse cenário. Ano passado quando houve o pico dessa doença, nós suspendemos as visitas e agora novamente foi dada mais uma vez, uma ordem para que essas visitas fossem suspensas, por conta dos boletins epidemiológicos estarem sinalizando que o problema continua e tem se agravado. Inicialmente será por 15 dias e a depender dos novos boletins haverá uma avaliação pra ver se retoma ou não. Atualmente não temos nenhum caso ativo entre os internos, já os servidores, que tem contato externo, temos dois casos ativos. E para evitar ainda mais a contaminação desse vírus, se faz necessário no momento à suspensão das visitas", disse.

Informações do repórter Joaquim Neto

Compartilhe

Deixe seu comentário