Bahia tem plano de imunização com 4 etapas para vacinar mais de 5 milhões de pessoas até maio

Anúncio foi feito na tarde desta sexta-feira (15). Segundo o órgão estadual, é possível que os idosos com mobilidade limitada ou que estejam acamados sejam vacinados em casa.

Foto: Divulgação

O Governo da Bahia divulgou nesta sexta-feira (15) o plano de imunização estadual, que será dividido em quatro etapas, e disse que está preparado para vacinar 5,08 milhões de pessoas até maio. Cada fase da campanha de vacinação terá a duração de um mês. A previsão é de que a vacinação comece na manhã da próxima quarta-feira (20).

Segundo o governo da Bahia, esta é a previsão da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), tendo como premissa o recebimento das vacinas do Ministério da Saúde ainda em janeiro, em quantitativo suficiente. Estão previstas 5.114 salas de vacina em todo o estado e serão necessárias 10,2 milhões de seringas e agulhas, considerando que os imunobiológicos possuem duas doses.

De acordo com a Sesab, é possível que os idosos com mobilidade limitada ou que estejam acamados sejam vacinados em casa. Nos centros urbanos, o drive-thru será estimulado e no caso dos profissionais de saúde que trabalham nos hospitais, a vacinação ocorrerá nas próprias unidades.

Para executar esta operação, serão envolvidos mais de 50 mil profissionais de saúde, conforme anunciou o governador Rui Costa, por meio das redes sociais.

“A Bahia trabalha para salvar vidas. Só falta a vacina chegar para iniciarmos a vacinação nos 417 municípios”, escreveu o governador.

O plano de vacinação estadual é semelhante ao de Salvador, divulgado pelo prefeito Bruno Reis, na terça-feira (12). Na ocasião, ele detalhou que a capital pode aplicar 100 mil doses por dia e que tem material para a vacinação, assim como os locais de armazenamento.

O secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, esclareceu que o estado possui 234 câmaras frias e 70 freezers, para armazenar simultaneamente 3,5 milhões de doses.

"Adicionalmente licitamos 100 ultracongeladores que chegam a temperaturas de até -86°C para as vacinas de RNA e, inicialmente, serão distribuídos 30 para as nove macrorregiões de saúde, cada um com capacidade de 368 litros", falou Vilas-Boas.

Durante a campanha de vacinação, a distribuição dos imunobiológicos ocorrerá utilizando 243 veículos entre caminhões e furgões refrigerados, caminhonetes e aeronaves, contemplando as nove macrorregiões de saúde.

De acordo com o governo, o tempo de deslocamento será de até 48 horas, após a chegada das vacinas. O órgão informou que a Bahia tem em estoque 10,2 milhões de seringas e agulhas e adicionalmente adquiriu 19,8 milhões, que terão quatro milhões de unidades entregues nos próximos 15 dias, outra carga com a mesma quantidade em fevereiro e o restante nos meses de abril, maio e junho.

Fases da vacinação na Bahia

1ª fase

Trabalhadores da Saúde;
População idosa com 75 anos ou mais;
Pessoas com 60 anos ou mais, que vivem em instituições de longa permanência;
Indígenas e comunidades tradicionais.

2ª fase

Pessoas de 60 a 74 anos.

3ª fase

Pessoas com comorbidades crônicas
Tranplantados
Obesos

4ª fase

Trabalhadores da educação;
Membros das forças armadas;
Membros das forças de salvamento;
Funcionários do sistema carcerário;
População em privação de liberdade;


Informações G1

Compartilhe

Deixe seu comentário