Ministério registra 18 prisões de eleitores até 11h deste domingo, 2º turno das eleições 2020

Operação informou ocorrências de 145 crimes ligados às eleições. TSE e PF registraram 26 indicações de desinformação sobre o processo eleitoral.

Foto: Divulgação

O Ministério da Justiça e Segurança Pública divulgou por volta das 11h o terceiro boletim deste domingo (29), segundo turno das eleições municipais, com ocorrências de crimes pelo país.

De acordo com o documento, 18 eleitores foram presos ou conduzidos a delegacias devido a crimes relacionados às eleições. No boletim anterior, das 9h, eram dez os presos ou conduzidos.

Ainda de acordo com o ministério, foram apreendidos R$ 8.900 e dinheiro, além de 170 materiais de campanha e cinco veículos.

Houve ainda registro de 26 casos de indicações de desinformação sobre o processo eleitoral.

Dois inquéritos foram abertos até o momento. No total, foram 145 ocorrências desde a meia-noite deste domingo, sendo:

1 caso de ameaça;
7 casos de boca de urna;
2 casos de compra de votos;
1 caso de imputação inverídica (fake news)
1 furto;
4 casos de concentração de eleitores;
87 casos de desobediência às ordens da Justiça Eleitoral;
8 casos de desordem que prejudique os trabalhos eleitorais;
26 indicações de desinformação sobre o processo eleitoral;
2 atendimentos de urgência e emergência;
4 bloqueios de via;
1 caso de falta de energia;
1 manifestação.

A operação conta com 90.904 agentes das polícias civil e militar nos estados, além de policiais federais e agentes de trânsito.

Compartilhe

Deixe seu comentário