Com aumento do preço dos combustíveis, taxista reclama de lucro mínimo nas corridas

Na cidade, a gasolina comum aumentou cerca de R$ 0,60 e atualmente ela está custando, na maioria dos postos, R$ 4,59. Já a aditivada, que estava de R$ 4,19 foi para R$ 4,79, o etanol foi de R$ 2,99 para R$ 3,59, assim como o diesel.

Foto: Joaquim Neto/Bom Dia Feira

Com o aumento do preço dos combustíveis registrado há uma semana, os consumidores feirenses sentem a diferença no bolso.

A nossa reportagem esteve nas ruas de Feira de Santana, na manhã desta quinta-feira (26), e ouviu reclamações de condutores, principalmente trabalhadores do segmento, como os taxistas.

Para Márcio Vieira, taxista há 21 anos, o aumento, principalmente da gasolina, é exagerado.

'Isso é uma falta de consideração com a população brasileira, eu não vejo motivo desse aumento absurdo da gasolina, a tarifa do taxímetro não teve aumento, estamos há dois anos sem aumento e agora aumenta tudo', afirma.

De acordo com ele, com um litro de gasolina, o automóvel roda cerda de 10km.

‘A maioria das viagens da rodoviária, que é onde eu fico, são para o centro, as pessoas vêm fazer compra no comércio, então, com um litro de gasolina, a gente vai duas vezes no centro da cidade e o valor da corrida é R$ 10 – 12, o lucro é o mínimo porque a gente deixa todos nos postos de gasolina, os donos dos postos que ganham’, pontua o taxista.

Na cidade, a gasolina comum aumentou cerca de R$ 0,60 e atualmente ela está custando, na maioria dos postos, R$ 4,59. Já a aditivada, que estava de R$ 4,19 foi para R$ 4,79, o etanol foi de R$ 2,99 para R$ 3,59, assim como o diesel que está sendo comercializado no mesmo valor. 


Com informações do repórter Joaquim Neto 

Compartilhe

Deixe seu comentário