HGCA realiza ação especial Novembro Azul com servidores, nesta quinta; coordenadora explica

Em parceria com o ambulatório, houve uma ampliação do número de atendimentos e realização de exames do PSA para a comunidade e servidores. São 60 vagas semanais, neste mês. Interessados podem entrar em contato pelo 3626-5470.

Foto: Joaquim Neto/ Bom Dia Feira

O Hospital Geral Clériston Andrade continua com a campanha do Novembro Azul e nesta quinta-feira (19), a unidade hospitalar realiza a ação ‘Dedo de Prosa’ com os homens que trabalham na unidade.

De acordo com a coordenadora do Grupo de Trabalho de Humanização do Hospital Milena Moreira, em parceria com o ambulatório, houve uma ampliação do número de atendimentos para a comunidade, servidores e consequente maior quantidade de exames do PSA.

'O urologista solicita que o paciente já chegue na consulta com o exame realizado, então isso já é uma medida de prevenção, porque os dados já indicam diagnósticos precoces, e posteriormente é feito o exame de toque retal', conta.

No evento desta quinta, a coordenadora destaca que as atividades serão baseadas em diálogo.

'Dois profissionais muito importantes estarão nessa conversa, o médico urologista Dr. Eduardo Cerqueira que vai conversas com os homens sobre a importância do exame e da prevenção, e a fisioterapeuta especialista em fisio oncológica Eneida Ongaratto que vai conversar sobre a atuação da fisioterapia em casos de câncer já instalado', relata.

Dentro do contexto da pandemia, o grupo vem buscando manter as ações a fim de conscientizar os servidores.

'Foi um ano atípico onde os servidores tiveram que lidar com uma carga emocional extra muito grande. Ao longo do ano tivemos todo o acompanhamento dos que foram afastados, em parceria com os outros grupos, para que a gente saiba valorizar a importância dos servidores que temos e é quem sustenta o HGCA que possui um papel essencial em Feira e região', relata Milena.

A população interessada em realizar o atendimento pode entrar em contato com os responsáveis pelo número 3626-5470.

'Nós tínhamos uma quantidade de 30 vagas semanais e esse mês, dentro da campanha, dobramos as vagas para 60 semanais com 3 profissionais atendendo, 20 para cada um. É importante que se faça porque pode ser encontrado também outras patologias', conta a coordenadora.

Com informações do repórter Joaquim Neto 

Compartilhe

Deixe seu comentário