Lençóis inicia segunda fase de reabertura e exclui exame prévio de Covid-19 para entrada na cidade

Cidade “coração” da Chapada Diamantina terá flexibilização para receber turistas; protocolos de saúde continuam em vigor.

Foto: Divulgação

Patrimônio nacional tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e um dos destinos turísticos naturais mais visitados do Brasil, a cidade de Lençóis, na Chapada Diamantina, entrará na segunda fase de reabertura a partir da próxima terça-feira, 3 de novembro.

Com a nova fase, um decreto municipal publicado nesta quinta-feira (29) desobriga a apresentação de exames de Covid-19 para entrar na cidade.

Segundo a publicação do Diário Oficial do Município, os protocolos de saúde devem ser mantidos. Porém, visitantes, turistas e moradores de municípios vizinhos poderão circular sem ter realizado prévio exame para constatação do novo coronavírus no organismo.

Hotéis, pousadas, hostels e demais casas de hospedagem deverão registrar os clientes por um documento criado pelo município na internet, até as 17h do dia anterior ao check-in. Caso seja descumprido o protocolo, o hóspede não terá permitido o acesso à cidade.

Para excursões, a prefeitura determina que a empresa responsável entregue com 10 dias de antecedência as informações relativas ao nome dos visitantes, data de chegada e partida, nome dos guias e identificação da empresa, além de outros dados a serem fornecidos ao município.

Eventos artísticos poderão ser realizados, desde que sejam individuais e respeitem o distanciamento de 3,5 metros entre o público e o responsável pela apresentação e as normas de distanciamento entre os clientes do estabelecimento.

A primeira fase da reabertura de Lençóis teve início em 1º de setembro. Na ocasião, os visitantes deveriam apresentar o comprovante de reserva em um estabelecimento autorizado pelo Município deveriam também ter em mãos o resultado do teste negativo do novo Coronavírus.



Informações G1

Compartilhe

Deixe seu comentário