Receita abre consultas ao quinto e último lote de restituições do Imposto de Renda hoje

Dinheiro da restituição será liberado no próximo dia 30. Receita prevê pagar R$ 4,3 bilhões a mais de 3 milhões de contribuintes nesse lote, o último do calendário.

Foto: Divulgação

A Receita Federal abre nesta quarta-feira (23), a partir das 9 horas, as consultas ao quinto e último lote de restituições do Imposto de Renda 2020.

O crédito bancário para 3.199.567 contribuintes será realizado no dia 30 de setembro, totalizando o valor de R$ 4,3 bilhões.

As consultas podem ser feitas:

na página da Receita na internet;
pelo telefone 146;
no aplicativo da Receita para tablets e smartphones.

No quinto lote, a restituição será paga:

em 30 de setembro;
a 3.199.567 contribuintes;
no valor de R$ 4,3 bilhões.

Ao realizar a consulta do Imposto de Renda 2020, o contribuinte será informado de uma das alternativas abaixo:

que foi contemplado e que receberá os valores na semana que vem; ou que a declaração está na "fila de restituição", ou seja, que está tudo correto (apenas aguardando a liberação dos valores nos próximos meses),ou que está "em processamento", ou na "fila de espera" do órgão. 

Quando a declaração está "em processamento" ou na "fila de espera", pode ser que haja alguma inconsistência de informações, e o contribuinte pode revisá-la para ter certeza, mas isso ainda não é certo.

Para saber se está na malha fina, os contribuintes podem acessar o "extrato" do Imposto de Renda no site da Receita Federal no chamado e-CAC (Centro Virtual de Atendimento).

Para acessar o extrato do IR é necessário utilizar o código de acesso gerado na própria página da Receita Federal, ou certificado digital emitido por autoridade habilitada.

Após verificar quais inconsistências foram encontradas pela Receita Federal na declaração do Imposto de Renda, o contribuinte pode enviar uma declaração retificadora.

Quando a situação for resolvida, o contribuinte sai da malha fina e, caso tenha direito, a restituição será incluída nos lotes residuais do Imposto de Renda.


Informações G1

Compartilhe

Deixe seu comentário