Centro de Zoonose tem baixa adoção de cães e gatos durante pandemia

Cerca de 50 animais entre cães e gatos se encontram disponíveis para adoção no CCZ, todos vacinados contra a raiva, vermifugados e avaliados para descartar a leishmaniose.

Foto: Raylle Ketlly

A pandemia pode trazer consequências como angústias, frustrações e até depressão motivada pela falta de contato físico com outras pessoas, devido isolamento domiciliar. Para combater a solidão algumas pessoas estão recorrendo aos animais de estimação que podem proporcionar bem estar, porém em Feira de Santana a situação tem sido diferente. A busca por adoção de cães e gatos tem reduzido neste período de pandemia, informa a médica veterinária e coordenadora do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), Mirza Cordeiro.

Cerca de 50 animais entre cães e gatos se encontram disponíveis para adoção no CCZ, todos vacinados contra a raiva, vermifugados e avaliados para descartar a leishmaniose. “São animais saudáveis, dóceis, precisando de um lar, carinho e atenção”, ressaltou Mirza Cordeiro.

Para adotar é necessário ter 18 anos ou mais, apresentar documentos pessoais de identidade, comprovante de residência e se dirigir ao CCZ que funciona de segunda a sexta das 8h às 15h, localizado na avenida Eduardo Fróes da Mota, Jussara. Será avaliado também o perfil dos interessados.

Diversos desses animais são abandonados na frente da instituição e mesmo não sendo a função do CCZ abrigar animais abandonados, eles são acolhidos e tratados quando doentes para só  depois serem disponibilizados para adoção. O CCZ possui animais grandes e pequenos, todos aptos para encontrar um lar com muito amor e zelo.

Segundo Mirza Cordeiro, antes da pandemia uma feira de adoção era realizada a cada 15 dias, aos domingos, na ProAgro. “Os animais tratados por nós eram levados para uma feira de animais e lá acontecia as doações, com a pandemia não existe mais a feira e estamos aqui pedindo que quem tiver de fato interesse em obter um animal de estimação compareça a nossa sede, conheça nossos bichinhos e os adote”, solicitou.

Ainda segunda Mirza, muitas pessoas iam ao CCZ adotar animais, mas devido a mudança de rotina por conta do coronavírus os animais estão esquecidos e todos precisando muito de um lar. 



Informações PMFS 

Compartilhe

Deixe seu comentário