Secretário Estadual de Saúde visita obra do Hospital Clériston Andrade 2

A inauguração da unidade estava prevista para acontecer hoje, mas foi adiada para a próxima segunda-feira (06) em função das chuvas que caíram na cidade e atrapalharam a conclusão da área externa da unidade.

Foto: Divulgação

O Secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fabio Vilas-Boas, visitou na tarde desta segunda-feira (29), as obras do novo Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), cumprindo agenda de visitas ao interior. Antes, ele esteve em Paulo Afonso e, em seguida, em Juazeiro. 

Em Feira de Santana, Vilas-Boas realizou uma visita técnica aos 40 leitos de UTI e também no centro cirúrgico desta nova unidade hospitalar, prevista para inaugurar na próxima segunda-feira (06), inicialmente para atender a demanda de pacientes com COVID-19. 

“O hospital já está quase pronto, a parte de acabamento já foi concluída, estamos testando os mobiliários  e trabalhando na instalação dos equipamentos e no paisagismo de entorno. Na próxima semana, o governador Rui Costa vai entregar esse novo hospital ao povo de Feira de Santana e região”, disse.

Com investimento de R$ 50 milhões, entre obras físicas e aquisição de equipamentos, a nova unidade possui 8.000 m², em três pavimentos. No andar térreo, será instalado o setor de bioimagem, com dois tomógrafos e ressonância, bem como o maior Centro de Hemorragia Digestiva do interior do estado. O primeiro pavimento é destinado a 40 leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), e o segundo terá o maior centro cirúrgico do estado, com 12 salas operatórias. O prédio tem uma estrutura moderna e será o primeiro hospital 4.0 da Bahia, o que evita o preenchimento de prontuários manualmente. As intervenções ainda contemplam mais de 17 mil metros quadrados de urbanização, paisagismo e praça de alimentação. 

A inauguração do Hospital Clériston Andrade II estava prevista para acontecer nesta segunda, mas, conforme disse o Deputado Federal Zé Neto na última sexta-feira (29), a entrega foi adiada por mais uma semana em função das chuvas que caíram na cidade e atrapalharam a conclusão da área externa da unidade.

Compartilhe

Deixe seu comentário