ABORRECIDO COM ARAS

Foto: Divulgação

Nos corredores palacianos em Brasília, noticia-se que o primeiro descontentamento do presidente Jair Bolsonaro com o Procurador Geral da República, Augusto Aras ocorreu agora, porquanto, as buscas e apreensões de documentos, quebra dos sigilos bancários, fiscais e telefônicos por mandados cumpridos pela polícia federal junto a dez deputados federais e um senador da república foram determinadas pelo STF, mas partiram de solicitação da PGR comandada por Augusto Aras, que foi indicado pelo presidente da república, mesmo não integrando a lista tríplice tradicional daquela instituição. O presidente estaria aborrecido com Aras porque no pensamento dele o procurador geral teria dever de fidelidade a ele, quando na verdade a fidelidade do procurador geral da república deve ser sempre à constituição federal para não prevaricar.

Compartilhe

Deixe seu comentário