ARMADILHAS DO “CRAMUNHÃO”

Foto: Divulgação

A Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro abriu processo de impeachment contra o governador Wilson Witzel  depois de denúncias de improbidade administrativa com acusações de desvio de recursos do combate ao coronavírus no estado dele. Witzel era Juiz Federal, assim como Sergio Moro e resolveu renunciar ao cargo para entrar na política. Sergio Moro se deu mal e com Vitzel pode ser pior ainda, porque  contra Moro não há acusação de improbidade, ao contrário de Witzel  que corre o rico deixar o governo com a pecha de ladrão, o que seria um desastre moral para quem sempre julgou e agora passar a ser julgado. São as armadilhas do “cramunhão” na política.

Compartilhe

Deixe seu comentário