DECISÕES ABSURDAS

Foto: Divulgação

No Rio de Janeiro há um jogo de gato e rato. O governador do estado libera o funcionamento do comércio em metade da jornada diária; o prefeito da cidade diz que tem suas regras especiais para combate ao covid-19, diferentes das do governador; partidos políticos entram na justiça pelo fechamento; um juiz determina a fechamento; o Tribunal de Justiça manda abrir. Que coisa feia. Enquanto isso o povo fica feito isopor boiando dentro d’agua e os políticos sem saber que rumo tomarão, mas acabarão como pedras que afundam dentro da lama que eles mesmo fazem com suas decisões absurdas.

Compartilhe

Deixe seu comentário