Governo autoriza contratação de 5.158 profissionais de saúde para combater o coronavírus

Ministério da Saúde definirá como será distribuição das contratações nas cidades. Contratos terão validade de até seis meses e maior parte é para técnico de enfermagem.

Foto: Divulgação

O governo federal autorizou a contratação de 5.158 profissionais de saúde para combater a pandemia do novo coronavírus. A medida foi publicada no "Diário Oficial da União" (DOU) desta terça-feira (26).

As contratações podem ser feitas a partir deste mês e são por tempo determinado. Os contratos devem durar até seis meses, com 31 de dezembro de 2020 como data limite.

O secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, Paulo Uebel, autorizou as contratações e o ministro da Saúde substituto, Eduardo Pazuello, definirá a remuneração dos profissionais.

A Saúde também definirá como será a distribuição dos contratados nas cidades. Parte das vagas exige escolaridade de nível superior e parte apenas o segundo grau completo.

Veja as 5.158 contratações autorizadas:

Nível Intermediário (segundo grau completo)

Técnico de Enfermagem (Unidade aberta) - 2.259 vagas
Técnico em Laboratório (Unidade aberta) - 101 vagas

Nível Superior

Médico Intensivista - 192 vagas
Enfermeiro Intensivista - 100 vagas
Fisioterapeuta Intensivista - 60 vagas
Médico (Unidade aberta) - 606 vagas
Médico (UBS) - 18 vagas
Enfermeiro (Unidade aberta) - 698 vagas
Fisioterapeuta (Unidade aberta) - 684 vagas
Farmacêutico (Unidade aberta) - 102 vagas
Nutricionista (Unidade aberta) - 57 vagas
Biomédico (Unidade aberta) - 61 vagas
Fonoaudiólogo (Unidade aberta) -120 vagas
Psicólogo (Unidade aberta) - 100 vagas


Informações G1

Compartilhe

Deixe seu comentário