9,7 milhões aguardam análise do Auxílio Emergencial, diz Caixa

São 4,9 milhões de trabalhadores ainda em primeira análise e 4,8 milhões em reanálise, ou seja, que foram considerados inelegíveis em uma primeira avaliação.

Foto: Divulgação

Quase 10 milhões de trabalhadores ainda aguardam análise para receber o Auxílio Emergencial de R$ 600. Esse número foi divulgado pelo presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, no sábado (23).

São 4,9 milhões de pessoas ainda em primeira análise e 4,8 milhões em reanálise, ou seja, que foram considerados inelegíveis em uma primeira avaliação e recorreram. Todos esses trabalhadores fizeram o cadastro pelo site ou app do auxílio.

De acordo com o balanço da Caixa, foram processados 101,2 milhões do total de 106,1 milhões de cadastros. Veja a situação em cada grupo de trabalhadores:

Bolsa Família

19,9 milhões de cadastros processados: 19,2 milhões elegíveis e 700 mil inelegíveis

Cadastro Único

32,1 milhões de cadastros processados: 10,5 milhões elegíveis e 21,6 milhões inelegíveis

Inscritos no app e site

54,1 milhões de cadastros (49,2 milhões processados): 29,3 milhões elegíveis, 19,9 inelegíveis (4,8 milhões destes em reanálise) e 4,9 milhões em 1ª análise

No total, a Caixa contabilizou até sábado 55,1 milhões de beneficiários, que receberam R$ 60 bilhões. Contando com a segunda parcela, o total chega a R$ 85,5 milhões.

Total de pagamentos (incluindo a 1ª e 2ª parcelas):

Bolsa Família

Beneficiários: 19,2 milhões
Valor pago: R$ 22,8 bilhões
Total a ser pago, incluindo a 2ª parcela: R$ 28,8 milhões

CadÚnico

Beneficiários: 10,5 milhões
Valor pago: R$ 11,7 bilhões
Total a ser pago, incluindo a 2ª parcela: R$ 17,6 milhões

App/Site

Beneficiários: 25,4 milhões
Valor pago: R$ 25,5 bilhões
Total a ser pago, incluindo a 2ª parcela: R$ 39,1 milhões

No sábado, a Caixa Econômica Federal (CEF) pagou novos lotes do Auxílio Emergencial, tanto da primeira parcela, para novos aprovados, quanto da segunda, para quem recebeu a anterior até 30 de abril. Ao todo, o benefício será pago a 7,3 milhões de trabalhadores, segundo o banco.


Informações G1

Compartilhe

Deixe seu comentário