Moradores do Irmã Dulce fazem cartaz pedindo socorro a Polícia Civil

De acordo com moradores do bairro, a alta incidência de ocorrências de tráfico de drogas faz com que se sintam cada vez mais acuados e por isso realizaram o pedido de socorro desta forma.

Foto: Divulgação/Central da Polícia

Moradores do bairro Irmã Dulce, em Feira de Santana, resolveram chamar a atenção das autoridades policiais colando um pequeno cartaz nos fundos de um ônibus apreendido que se encontra estacionado na entrada do Complexo Policial Investigador Bandeira, no Jomafa, em Feira de Santana. 

De acordo com moradores do bairro, a alta incidência de ocorrências de tráfico de drogas faz com que se sintam cada vez mais acuados e por isso realizaram o pedido de socorro desta forma.

A delegada Klaudine Passos, titular da Delegacia de Tóxicos Entorpecentes (DTE) informou que de imediato já diligenciou equipes para verificar a veracidade dessas informações. Com o título “Pede Socorro”, os moradores escreveram no texto: “comércio de drogas impera no bairro, em plena luz do dia, em qualquer lugar, demonstrando a fragilidade da polícia no combate à ação de traficantes, que aliciam crianças e adolescentes”.

E completaram: “a inoperância do poder público favorece, e mais, a ramificação dos pontos de venda, expulsando famílias e amedrontando transeuntes. Se estes principais pontos forem realmente investigados, com certeza, será possível chegar aos verdadeiros chefes do tráfico no bairro”, finalizando o pedido. 

Klaudine Passos, disse ainda que, a Delegacia para o Adolescente Infrator (DAI) também será convocada pelo fato do cartaz chamar a atenção sobre o aliciamento de menores. “Vamos verificar e uma vez, os policiais nos trazendo relatório de que há veracidade ou suposta veracidade no local, a gente vai estar tomando as medidas legais para dar uma satisfação social”, explicou Klaudine.


Informações Gleidson Santos/Central da Polícia 

 

Compartilhe

Deixe seu comentário