WhatsApp afirma que volume de mensagens encaminhadas caiu 70% após limite de envio

Mudança foi anunciada no início de abril para evitar compartilhamento de informações falsas. Limite anterior para encaminhar mensagens era de 5 pessoas.

Foto: Divulgação

O WhatsApp anunciou nesta segunda-feira (27) que o número de mensagens encaminhados caiu 70%, depois que a empresa implementou uma nova política, que permite encaminhar mensagens para apenas um destinatário por vez.

"Como resultado dessa modificação, percebemos uma redução expressiva na quantidade de mensagens altamente encaminhadas no app em todo o mundo", disse o aplicativo em nota.

Segundo o WhatsApp, a mudança aconteceu para "combater a desinformação e reforçar o caráter privado e pessoal da plataforma". A empresa negou que essa mudança tenha acontecido apenas no Brasil, motivada por pressão política.

A empresa afirma que está trabalhando para colaborar no combate à disseminação de informações falsas durante a pandemia de coronavírus, em parceria com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e governos locais, incluindo o Ministério da Saúde do Brasil e a Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, para ajudar a levar informações confiáveis à população.

Em janeiro de 2019, o WhatsApp já tinha decidido mudar as regras de encaminhamento de mensagens. Na ocasião, caiu para cinco o total de destinatários por vez que poderiam receber uma mensagem encaminhada. A Índia foi o primeiro país a receber essa redução, ainda em 2018, que depois foi expandida para outros países, inclusive o Brasil.

Segundo porta-voz do aplicativo, essa mudança anterior gerou, à época, redução de 25% no encaminhamento de mensagens em todo o mundo.

"No ano passado, quando criamos o limite de encaminhamento para conter a disseminação de notícias falsas, ajudamos a diminuir em 25% o número de mensagens encaminhadas em todo o mundo", diz a nota.

Os usuários da versão beta do aplicativo já podem utilizar uma função que busca oferecer mais informações sobre as mensagens encaminhadas.

Nelas, um ícone de lupa permite que os usuários busquem mais detalhes, notícias ou outras fontes sobre a informação compartilhada, checando assim sua veracidade.

O recurso está atualmente em testes e não tem data para chegar a todos os usuários do WhatsApp.


Informações G1

Compartilhe

Deixe seu comentário