MANDETTA E MORO ESTÃO AFINADOS

Foto: Divulgação

Se o presidente Bolsonaro já estava irritado com o ministro da saúde (Henrique Mandetta), deve estar mais irritado ainda com o ministro Sergio Moro, a quem ele teria chamado de egoísta, depois que ele editou e publicou um decreto para adoção de atos do seu ministério em apoio a política de Mandetta contra o coronavírus, que é a de paralisação e recolhimento domiciliar de toda a população brasileira. Mandetta agora tem um novo aliado que é Sergio Moro, que também estaria na “frigideira” de Bolsonaro e disposto a não pedir demissão. Se Bolsonaro quiser demitir Mandetta e Moro, tem todo o direito, mas os conhecedores dos corredores palacianos duvidam que o presidente tenha coragem de demiti-los em plena guerra contra o coronavírus, onde os ministros tem apoio popular. Mandetta e Moro estão afinados contra as ideias de Bolsonaro.

Compartilhe

Deixe seu comentário