Gleisi rebate Bolsonaro e diz que governo da Bahia vai apurar morte de miliciano com 'rigor'

Adriano da Nóbrega foi morto após operação na cidade baiana de Esplanada na semana passada.

Foto: Cláudio Kbene

Presidente nacional do PT, a deputada federal Gleisi Hoffman rebateu o presidente Jair Bolsonaro e disse que o governo da Bahia vai apurar a morte do miliciano Adriano da Nóbrega com "rigor e transparência".

Neste sábado (15), Bolsonaro afirmou que a "PM da Bahia, do PT" matou o ex-capitão do Bope. Adriano da Nóbrega foi morto após operação na cidade baiana de Esplanada na semana passada. 

"Oh, Jair Bolsonaro, não foi PT que condecorou o miliciano, empregou a mulher e a mãe dele. As explicações são suas sobre Adriano, Queiroz e assassinos de Marielle. Seu ministro Moro tem de explicar por que tirou da lista de procurados um foragido ligado a sua família. Não tentem jogar para o PT", disse a petista, em uma postagem no Twitter.

"O governo da Bahia certamente vai apurar essa morte com rigor e transparência, punindo qualquer conduta errada que vier a ser comprovada", emendou Gleisi.  




Informações Bahia Notícias 

Compartilhe

Deixe seu comentário