Roça Sound lança clipe de música que faz alusão ao passado e presente de Feira de Santana

'Verde e Cinza' foi finalista do 17º Festival de Música Educadora FM, na categoria "Música com letra".

Foto: Duane Carvalho

Com quase dez anos de estrada, o grupo feirense, Roça Sound, dá continuidade a ritmos como a cumbia e lança na terça-feira (28) seu mais novo clipe “Verde e Cinza”, do cd Tabaréu Moderno (2019). 

O grupo tem como uma das principais características, sempre trazer uma mistura de ritmos. 

'É uma das músicas que mais me toca por ter a participação de Dionorina, que é uma das nossas referências. Já existia uma amizade com ele e quando pensamos em fazer uma música sobre Feira de Santana, Dionorina foi o nome citado que topou de primeira e foi uma honra', diz o vocalista Nick Amaro, sobre a composição.

A canção em questão mistura o Rap com Cumbia e faz alusão ao passado e presente de Feira de Santana. 

'Ela traz a visão de cada integrante a respeito da cidade. Essa nova Feira de Santana foi que nos inspirou. Ela mistura o interior, através das feiras livres, das pessoas do interior que vem pra cá, com o moderno, de onde vem à visão da metrópole com suas construções feitas com concreto', explica o MC. 

Com estrofes ritmadas e um refrão potente, a música traz uma reflexão sobre como a cidade que consegue unir aspectos do urbano com o campestre ainda hoje. 

'É bem legal que automaticamente as pessoas identificam que é um grupo de Feira de Santana, falando da cidade de forma atual, mesmo trabalhando com um afro beat, que é um ritmo africano e outras influências como o Bahia bass e o grave. Esta mistura do antigo com o atual funciona muito bem e é o que a gente acredita. A música tem muito disso, ficou linda', conta Amaro. 

'Verde e Cinza' foi finalista do 17º Festival de Música Educadora FM, na categoria 'Música com letra'. O clipe será lançado no Youtube e tem a produção do Banana Atômica, produção musical de Lerry e NickAmaro e a direção de Duane Carvalho. 


Informações Ascom

Compartilhe

Deixe seu comentário