Novo portal do Sisu deve gerar economia de R$ 25 milhões em cinco anos

Iniciativa também vai auxiliar na realização da versão digital do Enem

Foto : Antonio Cruz/ Agência Brasil

O novo portal do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) deve gerar uma economia de até R$ 25 milhões para o governo federal nos próximos cinco anos. A avaliação é do ministro da Educação, Abraham Weintraub, para quem a iniciativa também vai auxiliar na realização da versão digital do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Lançado na segunda-feira (21), o novo portal tem um sistema responsivo que concentra as informações na nuvem, tecnologia que possibilita acessar arquivos e executar diferentes tarefas pela internet, sem a necessidade de instalar aplicativos no computador.

De acordo com o ministro, a medida possibilitou atender à demanda de inscrição. “Foi uma decisão acertada, pois a demanda do Sisu, neste ano, foi muito acima do no ano passada. O recorde por minuto de acessos era de 3,5 mil e, neste ano, foi para 7 mil acessos”, afirmou. Apesar da mudança o na terça-feira (22), quando começou o período de inscrições o sistema apresentou lentidão.

Devido a esse episódio o Ministério da Educação decidiu prorrogar as inscrições no Sisu até as 23h59 de domingo (26), dois dias a mais do que o estipulado no edital.



Informações Metro1 

Compartilhe

Deixe seu comentário