Após indicação ao Oscar, Haddad alfineta Bolsonaro por críticas ao cinema brasileiro

O ex-presidente Lula também comemorou a presença de filme brasileiro entre os indicados ao Oscar 2020.

Foto: Divulgação

A indicação do filme brasileiro “Democracia em Vertigem”, de Petra Costa, no Oscar 2020, o ex-candidato à presidência, Fernando Haddad (PT), alfinetou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pelas recentes críticas feitas à produção cinematográfica nacional. 

Para celebrar a indicação, o petista publicou no Twitter um ensaio escrito por ele sobre “Democracia em Vertigem” e também uma matéria na qual Bolsonaro dispara: “Há quanto tempo a gente não faz um bom filme no país?”. Haddad então classifica o presidente como “gênio” e “ignorante”.


Outras personalidades também comemoraram a presença do filme brasileiro entre os indicados ao Oscar 2020, a exemplo de nomes como a cantora Daniela Mercury, o cineasta Kleber Mendonça Filho, o humorista Paulinho Serra, o cantor Johnny Hooker, a cantora Zélia Duncan e o ex-presidente Lula.




Informações Bahia Notícias 

Compartilhe

Deixe seu comentário