DHPP está investigando chacina que vitimou quatro motoristas de aplicativo em Salvador

Foto: Divulgação

Policiais do Serviço de Investigação do Departamento de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), de Salvador já estão investigando a chacina que vitimou quatro motoristas do aplicativo no bairro da Mata Escura em Salvador. Os corpos foram abandonados dentro de sacos plásticos, que estavam dentro de um carro na localidade chamada Paz e Vida, na entrada do bairro.

Na manhã desta sexta-feira (13), quatro corpos de motoristas que fazem transporte por aplicativo foram encontrados na localidade conhecida como Santo Inácio, no bairro da Mata Escura, em Salvador, na manhã desta sexta-feira (13). Segundo informações da assessoria de comunicação da Polícia Civil, os corpos foram abandonados dentro de sacos plásticos, que estavam dentro de um carro na localidade chamada Paz e Vida, na entrada do bairro.

A corporação ressalta ainda que a identidade das vítimas ainda é desconhecida. Já a motivação e a autoria do crime estão sendo investigadas pela Delegacia de Homicídios Múltiplos, vinculada à Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Outras informações dão conta que os motoristas foram acionados, um a um, via aplicativo. 

Segundo ainda a SSP, além das vítimas fatais, um quinto motorista também teria sido chamado e chegou perto do local, percebeu que tinha algo errado e conseguiu se livrar da emboscada.

A Polícia Militar informou que a 48ª CIPM foi acionada por volta das 6h desta sexta-feira (13) com a informação de uma vítima de assalto, que foi rendida por bandido, mas conseguiu fugir até encontrar policiais do Batalhão de Guardas (BG) do Presídio da Mata Escura, onde informou que o veículo ficou na localidade. Guarnições da 48ª foram até o local, onde o carro da vítima de roubo foi encontrado, e, durantes diligências em busca dos autores do crime, foram encontrados os quatro corpos em sacos, e um outro veículo abandonado nas proximidades. 

O presidente do Sindicato dos Motoristas por Aplicativo e Condutores de Cooperativas do Estado da Bahia (Simactter-BA), Átila Santana, também confirmou o óbito dos colegas. “Estamos convocando a categoria para seguir em direção à sede da Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) e cobrar providências”, finalizou Atila.

Compartilhe

Deixe seu comentário