ORDEM UNIDA PARA ZÉ NETO E CARLOS GEILSON

Foto: Divulgação

Nas oposições ao grupo do DEM (José Ronaldo)/PMDB (Colbert Filho), as referências são Zé Neto e Carlos Geilson (hoje aliado do governador Ruy Costa). Geilson está muito silencioso em relação a sua provável candidatura, mas ninguém duvida dele estar nas madrugadas planejando o seu futuro político, hoje ocupando cargo do segundo escalão do governo Ruy Costa, o qual, possivelmente não  satisfaça plenamente aos interesses políticos dele, que sempre teve mandato legislativo. Geilson já disse que jamais carregaria o “estandarte de Zé Neto”, o que para ele seria uma diminuição do seu “status” político, o que nos leva a imaginar que se ele (Geilson) tiver de enfrentar a  próxima eleição, não haverá diálogo com Zé Neto. D’onde se conclui que é possível as oposições saírem divididas em Feira, salvo se o  governador Ruy Costa “fincar o pé” e dar “ordem unida para Zé Neto e Carlos Geilson”. Nesse caso” ninguém saberia quem carregaria o estandarte de quem”.

Compartilhe

Deixe seu comentário