TJ-BA nega adiamento e mantém escolha de novo presidente para esta quarta

De acordo com o Tribunal, a data é limite para escolher o novo ou nova comandante do Judiciário na Bahia

Foto : Divulgação

Após três fases da Operação Faroeste, que resultaram na prisão da ex-presidente Maria do Socorro Barreto Santiago, e afastamento de mais quatro desembargadores, o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) afirmou que irá manter para a próxima quarta-feira (4) a eleição da presidência da Corte. 

De acordo com o Tribunal, a data é limite para escolher o novo ou nova comandante do Judiciário na Bahia. A posse da nova diretoria do TJ-BA está marcada para 4 de fevereiro. Presidente interino do tribunal, desembargador Augusto Lima Bispo consultou o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) sobre a possibilidade de magistrados afastados participarem da disputa. O resultado ainda não foi divulgado e o relator é o conselheiro Luciano Frota. 
 


Informações Metro1 

Compartilhe

Deixe seu comentário