Marinha avista novas manchas no Delta do Parnaíba; estima-se cerca de 1 tonelada de óleo na região

No domingo (17), durante um sobrevoo na área, foram avistadas novas manchas de óleo. Um navio patrulha da Marinha iniciou um novo monitoramento na região nesta segunda-feira (18).

Foto: Reprodução/TV Clube

Um navio patrulha da Marinha iniciou na manhã desta segunda-feira (18) uma vistoria no litoral do Piauí. De acordo com a Capitania dos Portos do Piauí (CPPI), no domingo (17), durante sobrevoo na região do Delta do Parnaíba, foram avistadas novas manchas de óleo e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) estima que existe cerca de 1 tonelada da substância na região.

"Foram realizados dois sobrevoos. Em um deles detectamos a presença desse material na área de praia. Mais especificamente na Barra da Melancieira, praia do passeio, na Ilha do Caju, Barra da Melancieira, praia do passeio, na Ilha do Caju, Ilha dos Poldros e Ilha das Canárias", informou o comandante da CPPI, capitão de fragata Dante Duarte.

O comandante afirmou que não foram avistadas manchas no mar. "Até o momento não foram detectadas mais manchas na água, apenas nessa região de praia. O representante do ICMBio que participou do voo avaliou de forma preliminar e estimou a presença de aproximadamente 1 tonelada de material oleoso nessa área", disse.

A previsão é que até terça-feira (19) a Marinha monitore os 66 km da costa. Ainda no domingo (17), a Marinha divulgou que foram retiradas mais de três toneladas de resíduos oleosos com os trabalhos de limpeza de praias em Ilha Grande, Parnaíba, Luís Correia e Cajueiro da Praia, desde o início do monitoramento em setembro.

De acordo com o balanço feito pela Marinha, somente no final de semana foram recolhidos 2.768 Kg de óleo. A praia de Pedra do Sal foi o local onde houve uma quantidade expressiva de mancha de óleo. Na sexta-feira (15), foram recolhidos da praia 201 Kg, no dia seguinte este número foi oito vezes maior, com 1 650 k de resíduos oleosos.



Informações G1 

Compartilhe

Deixe seu comentário