Corpo de ex-piloto de Stock Car Tuka Rocha é liberado; enterro será em São Paulo

Tuka foi o terceiro a morrer após a queda de um jato executivo em Maraú, no baixo sul da Bahia. Sete pessoas continuam internadas em hospitais de Salvador.

Foto: Divulgação

O corpo do ex-piloto de Stock Car Tuka Rocha, um dos mortos após a queda de um jato executivo em Maraú, no baixo sul da Bahia, foi liberado do Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Salvador na tarde deste domingo (17). O velório e o enterro estão previstos para ocorrer na terça-feira (19) no cemitério do Morumbi, em São Paulo, segundo informações divulgadas pela assessoria de comunicação de Tuka.

O pai e um irmão do ex-piloto estiveram no DPT neste domingo fazendo a liberação do corpo.

A morte de Tuka foi confirmada na manhã deste domingo (17) pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab). Foi a terceira morte confirmada após o acidente, que ocorreu na quinta-feira (14). Outras sete pessoas continuam internadas.

Ele estava na unidade desde sexta-feira (15), quando havia sido transferido do Hospital Municipal de Salvador. Tuka teve 80% do corpo queimado.

O ex-piloto Felipe Massa e desejou "muita força para seus familiares, para os que estão machucados e todos que estão sofrendo".


A queda do jato executivo aconteceu na pista de pouso de um resort de luxo que está desativado. Morreram também Marques Mussi, de 27 anos, e a irmã dela, a jornalista Marcela Brandão Elias, de 37 anos. Os corpos das duas ainda não foram liberados.

O corpo de Marcela, carbonizado após a aeronave pegar fogo, foi levado ao Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Ilhéus. Os peritos aguarda exames solicitados à família da vítima para fazer a identificação oficial por meio da arcada dentária.

Já o corpo de Maysa segue aguardando liberação no DPT de Salvador.

Os outros ocupantes da aeronave ficaram feridos e estão internados em hospitais de Salvador. São eles:

Aires Napoleão, de 66 anos, que pilotava o jato
Fernando Oliveira Silva, de 26 anos,
Marcelo Constantino, de 28 anos, neto do Nenê Constantino, fundador da Gol
Marrie Cavelan, de 27 anos
Eduardo Mussi, irmão do deputado licenciado Guilherme Mussi
Eduardo Trajano Telles Elias, de 38 anos, que era casado com Marcela Brandão Elias
Eduardo, de 6 anos, filho de Eduardo e Marcela


Informações G1

Compartilhe

Deixe seu comentário