BNDES registra lucro líquido de R$ 2,7 bi no terceiro trimestre

A inadimplência de 90 dias passou de 1,67% para 0,08%, abaixo da média do Sistema Financeiro Nacional, de 3,05%.

Foto: Reprodução / Agência Brasil

O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) registrou um lucro líquido de R$ 2,7 bilhões no terceiro trimestre do ano. O resultado é estável em relação ao trimestre anterior, mas representa crescimento de quase 70% na comparação ao mesmo período do ano passado, quando alcançou o valor R$ 1,1 bilhão a menos. 

No acumulado do ano até setembro, o lucro líquido foi de R$ 16,5 bilhões, um crescimento de 159,5% em relação ao mesmo período do ano passado.

Impulsionado por alienações de ações, o resultado com participações societárias alcançou R$ 14,7 bilhões, com aumento de 155,8%.

Também no período, a inadimplência de 90 dias passou de 1,67% para 0,08%, abaixo da média do Sistema Financeiro Nacional, de 3,05%.

O presidente do BNDES, Gustavo Montezano, disse que apesar de o resultado em relação ao trimestre anterior ficar estável, o mais importante foi a evolução estratégica do banco. “A gente acha que está indo bem. O banco e os clientes estão reagindo bem. A ideia é ser um banco um pouco menos com foco financeiro, [e com] mais foco no impacto. A nossa função aqui é melhorar a vida do cidadão brasileiro”, disse.

“Os desembolsos, empréstimos e capacidade financeira são uma ferramenta para a gente atingir esse propósito. Essa mudança cultural de posicionamento, é substancial”, completou.


Informações Bahia Notícias 

Compartilhe

Deixe seu comentário