MORO PENSA DIFERENTE

Foto: Divulgação

Em resposta a uma matéria na Folha de São Paulo, tratando de caixa dois de campanha do PSL (partido do presidente Bolsonaro) o ex juiz federal e hoje Ministro da Justiça, Sergio Moro, reiterou tolerância ao uso do caixa dois, o que já  houvera feito quando Onix Lorenzoni confessou ter usado o caixa dois em campanha e Moro argumentou que Lorenzoni gozava da sua confiança pessoal (ou seja, passou a mão na cabeça do suposto infrator)  e desta feita disse que nem a Justiça e nem o Ministério Publico viram qualquer anormalidade na atitude do  PSL,  no suposto caixa dois de campanha. A opinião de Moro, hoje é bem diferente daquela quando ele era Juiz em Curitiba, onde para ele, caixa dois era crime e para esse tipo de delito, o preço era cadeia para quem o praticasse.

Compartilhe

Deixe seu comentário