Sindicato de servidores do MP-BA protesta na AL-BA contra transformação de cargos

Pelo texto, 25 cargos de promotores de Justiça substitutos seriam transformados em 280 cargos de assessores.

Foto: Divulgação

Representantes do Sindicato dos Servidores do Ministério Público da Bahia marcam presença na sessão desta terça-feira (13) da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) como forma de protesto contra o projeto que tramita na Casa que prevê a transformação de cargos.

Pelo texto, 25 cargos de promotores de Justiça substitutos seriam transformados em 280 cargos de assessores. Com a proposta, o MP também quer criar 120 cargos de assessores, totalizando 400 novos cargos comissionados com a extinção dos concursados (leia aqui e aqui).

Crítica de cargos comissionados, a presidente do sindicato, Érica Oliveira, defende a retirada do texto para que seja discutido com a categoria. Para ela, este tipo de contratação torna precário o serviço.

Os servidores devem se reunir em breve com a liderança do governo na Casa.



Informações Bahia Notícias 

Compartilhe

Deixe seu comentário