A FÉ REMOVE MONTANHAS

Foto: Divulgação

O presidente Jair Bolsonaro disse que até o final do seu governo nomeará dois ministros para o STF nas vagas que surgirão para os que se aposentarão compulsoriamente por atingirem setenta e cinco anos de idade e um deles, segundo Bolsonaro, será “tremendamente  evangélico”. No próximo ano surgirá uma vaga. Como ele não disse se o evangélico seria nomeado primeiro, é possível o próximo seja Sergio Moro, que até prova em contrário não é evangélico. Mas, para que ele(Moro) não corra o risco de ser o segundo da previsão de Bolsonaro, melhor seria que iniciasse logo a prática dos princípios religiosos da fé evangélica. Além do mais, lendo, relendo e decorando os textos bíblicos, possivelmente ajudarão Moro à atravessar esse “mar revolto” das denúncias do Intercept Brasil. Afinal de contas, "a fé remove montanhas”.

Compartilhe

Deixe seu comentário