Em julho amarelo, enfermeira fala sobre prevenção de Hepatite

Foto: Joaquim Neto/Bom Dia Feira

O repórter Joaquim Neto, esteve com a enfermeira e coordenadora do programa de Hepatites virais de Feira de Santana, Telma Nandiara falando sobre a campanha julho amarelo no município. 

Este ano, a campanha conta com algumas modificações nos locais de realização, "Alteramos os lugares para fazer o rastreamento e as triagens das hepatites virais. A gente tá intensificando as nossas ações do dia a dia, lá no ambulatório de hepatites virais nós fazemos testes rápidos todos os dias, também estão disponibilizados em todas as unidades de saúde de Feira", informa a enfermeira, ressaltando a intensificação da vacinação neste mês, com a execução do teste rápido, distribuição de preservativos e realização de palestras informativas.

Segundo ela é importante que a comunidade de Feira, esteja informada a respeito do meio de transmissão e prevenção das hepatites. "então durante esse mês todo nós estamos em varias locais. "As hepatites virais são assintomáticas, então geralmente a gente recebe pacientes por demanda espontânea ou quando vai fazer exame de rotina. Mas é importante fazer o teste rápido, quando a pessoa tiver uma relação sexual desprotegida, compartilhou algum material perfurocortante", relata.  

Todo material que tem contato com sangue é uma fonte provável de contaminação para a enfermidade que tem tratamento disponibilizado pelo SUS e apresenta vacinação composta por três doses, "É importante que as pessoas completem seu esquema de vacinação, e se nunca tomou, compareça à alguma unidade de saúde. Atualmente temos 2.070 pacientes cadastrados e acompanhados no programa de hepatites virais, sendo a quantidade maior de hepatite C, e 208 em tratamento continuo da hepatite B. Até junho já disponibilizamos 81 tratamentos para hepatite C, que tem cura de 99%", diz a enfermeira lembrando da importância do diagnóstico precoce. 



Informações Joaquim Neto 

Compartilhe

Deixe seu comentário