Acusado de incendiar ônibus escolares em Amélia morrem após trocar tiros com a polícia

Reprodução

O traficante de alta periculosidade, identificado como Rogério Silva Cordeiro, 20 anos, morreu na madrugada desta quinta-feira (08-11-18), por volta de 5h30, no Hospital Municipal de Amélia Rodrigues após trocar tiros com policiais do 2º Pelotão Subaé da 20ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) de AMÉLIA RODRIGUES. 

Segundo informações da polícia local, a guarnição de Amélia Rodrigues (SUBAÉ 15), após levantamento com a Polícia Civil do município, recebeu informações de que os elementos da Rua da Palha estavam se homiziando no fundo do campo de futebol após o Templo da Testemunha de Jeová por volta das 05h00 todos os dias. 

Diante dessas informações , os militares foram até o local desembarcados  e foi feita progressão no terreno. Foi visualizado 4 indivíduos que após ser dada voz de abordagem atiraram na guarnição e esta revidou a injustiça agressão. Cessado os disparos constatou-se que um indivíduo estava no chão, com ele foi encontrado um Revolver cal 38 marca Rossi, numeração suprimida, com 4 munições deflagradas e 1 intacta.  

No local foi encontrado também duas motos: uma CG FAN 150 PRATA placa JQR 8311, com restrição de roubo, e outra CG FAN PRETA com chassis suprimido, mas também objeto de roubo. Foi dado o socorro, o rapaz, todavia, veio a óbito e lá foi constatado que se trava de Rogério, Velho conhecido da polícia. 

Ainda de acordo com a polícia, há algumas semanas ele ganhou as páginas dos jornais por ter atirado em um aluno a soldado, tiro atingiu a boca do futuro policial, por pouco não lhe tirou a vida, bem como foi autor do incêndio aos ônibus em Amélia Rodrigues (jaqueta verde)  acompanhado de outros três indivíduos também já identificados pela polícia civil e militar, segue vídeo.

Foi o homicida de uma senhora de 65 anos de idade no mês passado, bem como fez outras vítimas em sua trajetória criminosa que chegou ao fim nesta data.

Compartilhe

Deixe seu comentário