O FEITIÇO PODE VIRAR CONTRA O FEITICEIRO I

Foto: Divulgação

2020, ano eleitoral no qual os políticos jogam suas cartadas finais para se elegerem, reelegerem ou elegerem e reelegerem seus respectivos candidatos. Em Feira de Santana não será diferente, mas uma candidatura emblemática será a do deputado Zé Neto (PT) que até onde se sabe é o candidato com maior possibilidade de ser apoiado pelo governador Rui Costa. Mas se o governador quiser ajudar Zé Neto, terá que botar o pé na estrada rumo a Feira de Santana com vontade de trabalhar e principalmente de tirar a mandinga que o governo mesmo preparou para que nada avançasse em relação ao aeroporto João Durval que continua sendo uma vergonha para esta cidade, para que o Parque da Lagoa que está semi abandonado se deteriorasse e principalmente para que o famigerado Centro de Convenções, que é a “vergonha ao cubo” se destruísse com o tempo. Nunca se viu tanto descaso numa obra pública como o do governo do estado com os referidos equipamentos e especificamente com o Centro de Convenções. Num país sério, isso jamais aconteceria. Se o governador Rui Costa realmente é amigo de Zé Neto, se ele quer o bem do deputado petista e deseja disputar eleição com chance de ganhar em Feira de Santana, que mande o quanto antes um “pai de santo” tirar a mandinga que o próprio governo preparou para atravancar principalmente as obras do Centro de Convenções, cujo processo de retaliação política se transformar no caso em que a esta altura dos acontecimentos o “feitiço pode virar contra o feiticeiro”, porque até hoje os feirenses não engoliram o descaso do governo com obras públicas tão importante como as que citamos acima.

Compartilhe

Comentários