Feira de Santana, sexta, 18 de abril de 2014
18º MIN
29º MÁX

Morre segunda vítima da violência na Micareta de Feira

Foto: Arquivo/BOM DIA FEIRA

Faleceu na manhã desta segunda-feira (30) o músico e dono do trio elétrico Skandalo, Emerson Bergosa, 52, conhecido como “Maninho”. Ele foi vítima de espancamento na noite de sexta-feira (20) quando tentava organizar a saída do trio na festa momesca.

Maninho estava dirigindo o trio, quando na altura do cruzamento da Avenida Presidente Dutra com a rua Felinto Marques de Cerqueira, o acusado agrediu o motorista, sendo seguido por outros indivíduos, que também o espancaram a socos e pontapés.
 
A vítima foi transferida para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Emec e estava internado desde o dia da agressão. O empresário e amigo da vítima, Antônio Carlos Cerqueira, disse que Maninho deixa vários trabalhos como músico e pediu uma melhor segurança para os artistas e pessoas que trabalham durante a festa. “Isso deixou todos os amigos com uma tristeza profunda, dá a impressão de que estamos vivendo um pesadelo terrível, espero que a morte não fique impune”, afirmou.
 
O presidente da Associação dos Trios Elétricos em Feira de Santana, André Gonçalves, muito emocionado, criticou a segurança na saída dos trios e a falta de cordas que envolve os caminhões, separando os foliões do carro de som. “Vários motoristas já sofreram este problema e todo ano discutimos isso nas reuniões antes da Micareta”, observou.
 
O esquema de segurança na Micareta contou com 7.500 policiais e 10 câmeras de vídeo-monitoramento ao longo do circuito Maneca Ferreira. O comandante em exercício do Comando de Policiamento da Regional Leste (CPRL), coronel Adelmário Xavier disse que aguarda somente a requisição das imagens para que sejam identificados os autores do crime, no caso das câmeras terem flagrado as cenas de violência. “Se o fato foi registrado por alguma das câmeras é possível identificar os agressores, mas é preciso um levantamento para saber se o local foi coberto por câmeras”, afirmou.
 
Emerson Bergosa foi a segunda vítima fatal da violência na Micareta de Feira. Na quarta-feira (25), Antonio Carlos Mota, 47, morreu no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), também vítima de espancamento. Segundo a polícia, a vítima tinha ido até um sanitário químico fora dos limites do circuito, quando se envolvei em uma briga. 
 
(Por Hamurabi Dias)