5ª edição da Volta de Capanema promete confraternização desafiadora entre amigos

o pedal é uma iniciativa gratuita e, por prevenção, os participantes podem assegurar seus equipamentos

Laís Sousa

A 5ª Volta de Capanema, pedal gratuito de confraternização entre amigos, acontecerá em 02 de dezembro, saindo de Feira de Santana até o povoado Capanema em Maragogipe-Ba. Evento grátis de incentivo ao esporte e desafio pessoal, serão 150 km equivalente a 2,3 metros de ascensão.

No programa Bom dia Feira, acompanhado do parceiro Etevaldo Almeida, diretor da RoadSeg Seguros, o organizador do pedal, Eli Matos, contou que o ciclismo encontra em Feira um terreno e cenário propício para amar o esporte. Em 2010, quando começou a se exercitar, ele tinha quatro emprego, 120kg e foi constatado a partir de uma dor de cabeça que a pressão estava alta. A partir de então, Eli decidiu buscar hábitos mais saudáveis e menos estressantes, encontrando no pedal um esporte de motivação e companheirismo no qual conseguiu perder 35 kg em 4 meses, mantendo a dieta equilibrada. Ele conta ser bicampeão baiano de ciclismo, mas atualmente praticar as pedaladas só por recreação.

“É um esporte que você faz amigos e pode conversar enquanto pedala, além de poder conhecer sua cidade. Eu fico preocupado que as pessoas falam mal de Feira de Santana e não conhece as maravilhas que tem, até para amar mais o município. A humildade das pessoas da zona rural quando a gente passa e oferece água é uma coisa que nos comove e faz com que a gente se sinta mais pertencente a cidade que a gente mora”, incentivou Eli a todos que precisam encontrar um exercício que pode salvar a vida.

A ideia da Volta da Capanema surgiu em 2014, após o Campeonato Baiano de Ciclismo, como uma forma de confraternização de final de ano entre amigos. O pedal foi proposto com o desafio de fazer um circuito que sai de Feira para Maragojipe, passando por Capanema – local de rio, mangue e alpes que tem cachoeira e belas paisagens. No primeiro ano foram apenas 15 pessoas e, no ano passado, já conseguiram reunir mais de 200 pessoas. “Não é um evento de competição, é um evento de confraternização que fecha com chave de ouro o final do ano”, relata o organizador.

Por prevenção ao índice crescente de assalto de bicicletas na cidade, foi informado no programa a possibilidade de ter cobertura do seguro da bicicleta através da RoadSeg junto a Porto Seguro, empresas que patrocinarão a camisa dos participantes da Volta Capanema. “Nós estamos felizes com a proposta junto com os parceiros porque o evento é gratuito, não tem inscrição, o único pagamento é cumprir o desafio pessoal de ir e voltar”, disse Eli. Para mais informações, foi incentivada o contato através das redes sociais @voltadecapanema.


Compartilhe

Deixe seu comentário