Em reforma, laboratório do Hospital da Mulher atende demanda provisoriamente em novo local

Todos os dias, de segunda a sexta, das 7h às 17h, técnicos do HIPS atendem pacientes para exames laboratoriais como hemograma (exame de sangue), exame parasitológico de fezes, urina, microbiologia, imunologia, bioquímica e hormônios.

Foto: Secom/PMFS

Desde a última quinta-feira (11) o laboratório de análises clínicas do Hospital Inácia Pinto dos Santos, o Hospital da Mulher, passou a atender, provisoriamente, a comunidade em novo endereço, na Rua Paulo Afonso, nº 495, em frente à sede da unidade que passa por reformas de ampliação e restruturação.

Todos os dias, de segunda a sexta, das 7h às 17h, técnicos do HIPS atendem pacientes para exames laboratoriais como hemograma (exame de sangue), exame parasitológico de fezes, urina, microbiologia, imunologia, bioquímica e hormônios.

Procedimentos realizados no Hospital serão mantidos

Já os procedimentos realizados no próprio Hospital da Mulher, a exemplo de teste do pezinho, não sofrerão alteração de local de atendimento. “As pessoas atendidas nos consultórios terão os exames realizados por técnicos do ambulatório do HIPS”, explica Gilberte Lucas [foto acima], presidente da Fundação Hospitalar de Feira de Santana.

Ela acrescenta ainda que exames de pacientes internados no Hospital da Mulher serão analisados laboratorialmente na sala do antigo Banco de Leite Humano (BLH), espaço que passou por total adaptação para funcionamento.

Reforma

A ordem de serviço para execução da obra foi dada no final do mês de novembro do ano passado pelo prefeito José Ronaldo de Carvalho.

Instalado há 26 anos, o equipamento é responsável pela realização de mais de 300 mil atendimentos ao ano. A reforma vai consumir recursos da ordem de R$ 149.632 mil, oriundos dos cofres do Município.

Consta do projeto de reforma a ampliação da recepção e das salas de bioquímica e hematologia, bem como do setor onde funciona o corpo administrativo. As redes elétrica e hidráulica serão substituídas, além das esquadrias (portas e janelas). Parte da calha do telhado também será trocada.

O equipamento vai receber uma nova pintura, e as paredes internas do laboratório serão revestidas com pastilhas e as externas com cerâmica. Será implantado um piso de alta resistência, uma rede logística (novos telefones e computadores), bem como luminárias de emergência e extintores de incêndio.

Comentários